Notícia - 30/07/2012

HWG sofre com caos mesmo com estado de calamidade decretado


Após 27 dias do decreto do estado de calamidade pública na Saúde pelo Governo do Estado, nada mudou na situação do Hospital Walfredo Gurgel. Pacientes internados nos corredores, escalas de médicos desfalcadas, falta de material hospitalar são alguns dos problemas do maior hospital de urgência e emergência do Rio Grande do Norte.

O Centro de Recuperação de Operados do HWG - onde ficam os pacientes recém-cirurgiados - é um retrato do caos no hospital. Na tarde desta segunda-feira (30), 15 pessoas disputavam espaço no local, seis a mais da capacidade do centro.

"Não mudou em nada a situação do Walfredo Gurgel depois desse estado de calamidade. Hoje a tarde estamos com apenas dois anestesistas. O ideal seriam seis, já que temos seis salas de cirurgias para atender diversas especialidades", disse o cirurgião Eduardo Ronald.

A diretora geral do Walfredo Gurgel, Fátima Pinheiro, reconheceu que não houve avanços na situação do hospital, mas atribuiu a isso a burocracia. "Apesar do estado de calamidade pública, existe sim uma burocracia para liberação de verbas", disse Fátima Pinheiro.

 

Texto: Carla França

Foto: Aldair Dantas

Fonte: Tribuna do Norte


voltar

Associação Médica do RN - CNPJ: 08.344.129/0001-29 - © 2010. Todos os direitos reservados.
Av. Hermes da Fonseca, n° 1396, Tirol - Natal/RN - CEP: 59020.650
Tel: (84) 3211.6817 - Fax: (84) 3211-6698 | contato@amrn.org.br